Ladeira Alexandre Leonel nº 221 | 1º andar | Spazio Design | Juiz de Fora - MG
Marque sua Consulta

Blog

Voltar

Como tratar uma lesão no joelho comum no futebol?

Se você é atleta profissional ou amador, já deve ter se perguntado como tratar uma lesão no joelho comum no futebol. Afinal de contas, todos àqueles que jogam bola já devem ter recebido uma entrada mais forte do marcador e sentido um desconforto na região, correto?

 

Aliás, a lesão no joelho no futebol é uma das mais comuns. Como é um esporte de auto-impacto e contato, é comum vermos jogadores de renome se afastando do campo após esse tipo de lesão. E eu mesmo já trabalhei com vários deles, que sofreram uma lesão no joelho enquanto jogavam.

 

Para falar mais sobre o tema, explicando quais os tipos de lesão e como é feito o tratamento, separei as informações no blog abaixo. Confira!

 

O que são ligamentos do joelho?

Ligamentos são faixas elásticas de tecido que conectam os ossos uns aos outros e fornecem estabilidade e força à articulação. No joelho, são quatro os principais ligamentos, que conectam o fêmur (osso da coxa) à tíbia (osso da canela) e se dividem em:

 

Ligamento cruzado anterior (LCA)

O ligamento localizado no centro do joelho que controla a rotação e o movimento para a frente da tíbia.

 

Ligamento cruzado posterior (LCP)

O ligamento localizado na parte posterior do joelho que controla o movimento para trás da tíbia.

 

Ligamento medial colateral (LCM)

O ligamento que dá estabilidade à parte interna do joelho.

 

Ligamento colateral lateral (LCL)

O ligamento que dá estabilidade ao joelho externamente.

 

E como ocorre a lesão no joelho?

Em primeiro lugar, o ligamento cruzado anterior (LCA) é um dos ligamentos mais comumente lesados. O LCA costuma ser esticado e/ou rompido durante um movimento de torção repentino: quando os pés ficam plantados em um lado, mas os joelhos giram no outro. 

 

E dentro do futebol, essa é uma das principais lesões, que ocorrem ainda em outros esportes, como no basquete ou rúgbi, por exemplo. 

 

O ligamento cruzado posterior (LCP) também é um ligamento comum que sofre lesões no joelho. No entanto, a lesão do LCP geralmente ocorre com um impacto direto repentino, como em um acidente de carro ou durante uma partida de futebol, durante uma entrada mais dura.

 

Já a lesão medial colateral (LCM) acontece quando o atleta — seja ele profissional ou amador — joga o joelho bruscamente para o lado de dentro. Esse movimento, chamado de valgização, tem a tendência de abrir o joelho. Pode acontecer também quando o contato com o adversário acontece de forma mais brusca, causando um movimento de “fora para dentro”. 

 

A lesão do LCM é classificada em escalas de gravidade:

 

Grau 1

O ligamento sofre um entorse e causa um leve dano. Também pode ser chamado de um estiramento leve.

 

Grau 2

Quando ocorre uma ruptura parcial do ligamento.

 

Grau 3

Quando o ligamento se rompe totalmente, deixando a articulação do joelho instável.

 

Quais são os sintomas de uma lesão no joelho?

Quando o ligamento se rompe, geralmente ocorre um som de estalo. Além disso, o paciente sente dor e inchaço no joelho, geralmente uma hora após a lesão. Os pacientes também sentem dificuldades para caminhar.

 

Em cerca de 20% dos casos, as pessoas com ruptura do ligamento podem continuar com suas atividades normais. No entanto, a maioria das pessoas apresenta sintomas contínuos, incluindo  instabilidade do joelho  (quando o joelho cede, especialmente quando você muda de direção ao caminhar ou correr), bem como dores recorrentes. 

 

O tratamento precoce pode evitar que mais danos sejam causados ​​ao tecido circundante, sempre que o joelho ceder. Isso inclui lesões na cartilagem e rupturas meniscais (que afetam cerca de 70% das pessoas que romperam o ligamento cruzado anterior), bem como  artrite.

 

Tratamento para lesão comum no joelho?

Seu médico discutirá seus sintomas com você e examinará seu joelho. Ele irá verificar se há sensibilidade, rigidez, inchaço e quaisquer outros problemas. Mas, também pode pedir que você mova o joelho em diferentes posições para avaliar sua amplitude de movimento e a função da articulação.

 

Por exemplo, os médicos solicitarão um raio-X para confirmar o diagnóstico na maioria dos casos. Mas, ele também pode pedir que você faça uma ressonância magnética para mostrar a extensão da lesão e qualquer dano aos tecidos circundantes.

 

O tratamento específico para uma lesão no ligamento do joelho será determinado pelo seu médico com base em diferentes fatores, que incluem:

 

  • Sua idade
  • Sua saúde geral e histórico médico
  • Quão ruim está sua lesão
  • O quão bem você tolera medicamentos, procedimentos e terapias específicos
  • Quanto tempo pode levar para sua lesão cicatrizar

 

O tratamento, conforme essa avaliação, pode variar entre:

 

Aplicação local de gelo

Tem a função de evitar o inchado e permitir uma recuperação mais rápida. Para isso, deve indicar a colocação de gelo entre 15 e 20 minutos na região afetada.

 

Órtese

O uso da órtese visa proteger o joelho contra forças laterais que já causaram a lesão. Mas, também pode se necessário mudar a rotina para evitar movimentos que piorem a condição. 

 

Fisioterapia

Por exemplo, além do uso de analgésicos, pode ser indicado a fisioterapia para o fortalecimento da área.

 

Tratamento Cirúrgico

A cirurgia ocorre nos casos de rompimento de grau III, ou seja, total. É feita principalmente em atletas de futebol, devido à instabilidade causar incômodo e impedir determinados tipos de toques na bola e movimentos específicos do futebol

 

E quando pode voltar a jogar?

Da mesma forma, o retorno aos gramados pode levar de seis a oito semanas, nos casos de lesões de grau I e II. Mas, tudo dependerá da melhora da dor, e importante frisar que esse retorno deve ser gradual. Por isso, comece com corridas leves e só com o passar do tempo, volte para o jogo.

 

Nos casos de rompimento total do ligamento, o retorno pode levar muito mais tempo, e dependerá exclusivamente da recuperação do atleta, podendo chegar até a 9 meses após uma cirurgia para o ligamento cruzado anterior, por exemplo.

 

Portanto, agora que você viu o que é e como tratar lesão no joelho comum no futebol, que tal baixar também meu ebook sobre os pilares do retorno seguro ao esporte após uma lesão? Nele compartilho dicas e informações importantes para seu melhor retorno aos gramados!

 

Um abraço e até mais!

Notícias Recentes

Mitos e verdades sobre lesão no joelho

    De jovens atletas a adultos mais ...
Saiba mais

Atividades físicas após colocar prótese no joelho 

Uma dúvida comum em pacientes que colocam prótese n...
Saiba mais

Por que acontecem as lesões de joelho no esporte?

  Não importa se você é um atleta de elite...
Saiba mais