Ladeira Alexandre Leonel nº 221 | 1º andar | Spazio Design | Juiz de Fora - MG
Marque sua Consulta

Blog

Voltar

Cuidados após operar o ligamento cruzado anterior

A lesão do ligamento cruzado anterior consiste na sua ruptura, que pode ser parcial ou completa. Ela acontece devido a um trauma no joelho, no qual ocorre um movimento maior do que o joelho pode suportar. Normalmente a lesão ocorre após uma torção ou, menos frequentemente, após um movimento de esticar demais o joelho (hiperextensão) ou ainda um trauma direto.

Com a ruptura deste ligamento, seu joelho pode ficar instável e os movimentos ficam comprometidos. Em alguns casos, dependendo da gravidade da lesão ou da demanda física e esportiva do paciente, o problema poderá ser resolvido com fortalecimento da musculatura e fisioterapia. Porém, em grande parte dos casos a cirurgia do joelho se faz necessária e, junto com ela, uma reabilitação de qualidade.

Ligamento Cruzado Anterior: antes da cirurgia

O trabalho de recuperação dessa cirurgia começa antes mesmo da operação em si, já que é recomendável deixar a região o mais forte e preparada possível para a intervenção que irá acontecer. Assim, nesta fase são muito importantes as atividades fisioterápicas para manter o tônus muscular e a amplitude de movimento do joelho.

Ligamento Cruzado Anterior: depois da cirurgia

Após a operação, alguns cuidados iniciais são necessários para que a recuperação seja total. O primeiro ponto é focar na recuperação da amplitude completa dos movimentos do joelho, em especial a extensão, além do controle da dor.

A descarga de peso é liberada, porém alguns movimentos e exercícios devem ser realizados de maneira cuidadosa e sob supervisão, uma vez que nesta fase o enxerto ainda está frágil em seus pontos de fixação nos ossos. O enxerto só ficará mais firme por volta da quarta semana e ganhará densidade a partir da oitava semana.

É essencial lembrar que nesse momento da recuperação o acompanhamento contínuo por um bom fisioterapeuta é essencial, pois ele levará em conta o processo de revascularização do enxerto para progredir com a reabilitação e estará sempre em contato com a equipe médica. Pouco a pouco, o enxerto vai se adaptando ao seu corpo e se moldando, ficando cada vez mais parecido com o ligamento cruzado anterior original.

Então, cuidado! Durante o processo de reabilitação, fazer exercícios por conta própria pode acabar forçando a região e comprometendo todo o trabalho realizado pelo médico ortopedista, colocando em risco o enxerto e a cirurgia. E, na fase final de reabilitação, entra o trabalho específico para retorno pleno às atividades esportivas e laborativas, com atuação do educador físico, treinadores, sempre em sincronia com o médico cirurgião.

Mas, independente da fase, é importante lembrar que o objetivo é sempre o mesmo e ele só será alcançado se houver interação e confiança entre todos e o paciente. Na dúvida, pergunte sempre!

cuide do seu joelho

Notícias Recentes

Mitos e verdades sobre lesão no joelho

    De jovens atletas a adultos mais ...
Saiba mais

Atividades físicas após colocar prótese no joelho 

Uma dúvida comum em pacientes que colocam prótese n...
Saiba mais

Por que acontecem as lesões de joelho no esporte?

  Não importa se você é um atleta de elite...
Saiba mais