Ladeira Alexandre Leonel nº 221 | 1º andar | Spazio Design | Juiz de Fora - MG
Marque sua Consulta

Blog

Voltar

Correr causa artrose do joelho?

corrida

O número de pessoas que pratica corrida cresce dia a dia e, paralelamente, cresce a preocupação com o risco do desenvolvimento de artrose do joelho com essa atividade. Mas será que correr aumenta de fato o risco de artrose?

Diversos estudos têm buscado a resposta para este questionamento, mas não há ainda nenhuma resposta definitiva.

É notório que a corrida traz inúmeros benefícios para a saúde e o bem estar geral. Diretamente relacionados aos joelhos citam-se efeitos como o auxílio no controle do peso, o ganho de força muscular, estímulo ao turn-over ósseo, fatores protetores para a degeneração articular.

Por outro lado, pode-se supor que o aumento de carga cíclica sobre as articulações dos membros inferiores seja prejudicial à articulação, mas apenas exercícios repetitivos não são suficientes para levar a um quadro de degradação articular. Sabe-se que o aparecimento da artrose deve-se a dois fatores principais: vulnerabilidade da articulação e sobrecarga articular.

No que tange à vulnerabilidade dos joelhos deve-se levar em consideração o histórico de cada pessoa, analisando o histórico de lesões prévias do joelho como ruptura de meniscos ou ligamentos, comprometimento da cartilagem ou fraturas. A presença de desalinhamento dos membros inferiores, história familiar para artrose e também passado de dor no joelho também devem ser levados em consideração.

Quando se fala em sobrecarga articular, deve-se lembrar de antemão do condicionamento físico de quem pratica a corrida. O sobrepeso é certamente o primeiro fator a ser considerado – lembrando que este pode ser o motivo para alguém começar a correr. Além disso, cuidados como condicionamento muscular, periodização de treinos, local da corrida, dentre outros, também devem ser analisados. Cabe aqui uma ressalva praticantes de maratonas e ultra-maratonas, pois estes poderiam estar mais expostos que um corredor recreacional por exigirem mais das articulações.

Expostas todas essas questões, volta à pergunta: correr causa artrose? Para responder é necessário uma análise individual de cada corredor. As características de cada um devem ser analisadas. Deve-se avaliar o estado atual do corredor, sua capacidade atlética, IMC, histórico ortopédico e clínico geral. Aqueles que apresentarem situações de vulnerabilidade articular devem passar por uma consulta especializada com um cirurgião de joelho que pode auxiliar para a boa prática da corrida e preservação da saúde dos joelhos.

 Mas aquele que está com peso adequado e não possui nenhum desses fatores citados, corra sem medo!! E lembre-se, procure orientação de um profissional de Educação Física capacitado antes de calçar seu tênis e sair por aí correndo.


Conheçam também:

FACEBOOKINSTAGRAM

Notícias Recentes

Dicas para evitar lesões no atletismo

Os esportes de alta intensidade exigem muito mais do ...
Saiba mais

Meu joelho estala, o que pode ser?

Por que meu joelho estala? Frequentemente escuto essa...
Saiba mais

Cirurgia do joelho: quando é indicada e quais os tipos?

O joelho integra o sistema musculoesquelético e é a...
Saiba mais