Ladeira Alexandre Leonel nº 221 | 1º andar | Spazio Design | Juiz de Fora - MG
Marque sua Consulta

Blog

Voltar

Cirurgia de sucesso: o que é preciso?

Existe uma série de fatores que estão entre a indicação da cirurgia e o resultado final com a completa recuperação da saúde, que são determinantes para fazer uma cirurgia de joelho de sucesso.

Durante todo o processo, muitas coisas podem interferir para que, de fato, a cirurgia seja um sucesso e tenha um resultado 100% satisfatório, tanto para o médico, quanto para o paciente. Por isso, separei algumas considerações:

Antes da cirugia

Em primeiro lugar, vem a real necessidade da indicação do procedimento por parte do cirurgião. Às vezes, existem outras opções que também podem gerar um resultado de muito contentamento, mas sem que seja necessária a cirurgia.

Uma vez definida a necessidade da realização do procedimento cirúrgico, vêm as considerações acerca de quando realizá-lo e qual a técnica mais adequada.

Importante também, ter em mente que o sucesso já começa antes mesmo da realização do procedimento, já que é preciso seguir uma série de orientações pré-operatórias tanto do médico assistente quanto da equipe que está cuidando de você.

Afinal, se você negligencia as orientações, descumpre as ordens ou deixa de fazer algo que foi solicitado, você coloca em risco a sua recuperação e o resultado satisfatório da cirurgia.

Durante o processo cirúrgico

É importante lembrar que apenas a realização do procedimento cirúrgico em si, não é garantia de sucesso, afinal, complicações cirúrgicas são possíveis de ocorrer.

Estatisticamente elas acontecem, independente da técnica, e podem surgir em maior ou menor intensidade, seja algo mais raro como uma infecção ou algo mais comum como dores.

Diante de alguma complicação cabe ao cirurgião tomar as melhores decisões e, junto com a equipe, fazer todo o possível para minimizar os problemas e otimizar a recuperação, bem como orientar os pacientes sobre as medidas que precisarão serem tomadas.

Depois da Cirurgia de Sucesso

Por fim, mas não menos importante, vem a reabilitação pós-operatória. Muita gente acha que a cirurgia é o fim do tratamento e a resolução do problema, mas, não.

Todo procedimento cirúrgico exige um tempo de recuperação e isso depende não só do paciente, mas também do médico, do fisioterapeuta e demais profissionais que irão assistir você.

Uma das dicas mais importantes nesta fase: é tenha um real envolvimento com sua recuperação durante o pós-operatório. Dedique-se à reabilitação, aos exercícios, à fisioterapia quando for indicada e siga as recomendações de toda equipe.

Independentemente do tipo de operação que você tenha feito no joelho, o pós-operatório é um momento importante e que requer uma série de cuidados, como a adoção de novos hábitos ou o uso de produtos ortopédicos.

Só assim você conseguirá reduzir ao mínimo as possibilidades de insucesso e atingir a plenitude da recuperação e poder considerar sua cirurgia um sucesso.

Notícias Recentes

Dicas para evitar lesões no atletismo

Os esportes de alta intensidade exigem muito mais do ...
Saiba mais

Meu joelho estala, o que pode ser?

Por que meu joelho estala? Frequentemente escuto essa...
Saiba mais

Cirurgia do joelho: quando é indicada e quais os tipos?

O joelho integra o sistema musculoesquelético e é a...
Saiba mais