Ladeira Alexandre Leonel nº 221 | 1º andar | Spazio Design | Juiz de Fora - MG
Marque sua Consulta

Blog

Voltar

Fratura por estresse: o que é e como evitar

A fratura por estresse é muito comum no meio esportivo, já que a busca por mais performance é o objetivo da maioria dos atletas, sejam profissionais ou amadores. Essa fratura ocorre quando o osso é submetido a cargas muito intensas e, com isso, não suporta a pressão.

Por isso é tão importante começar (ou evoluir) gradualmente, avançando nas planilhas de treino de forma a respeitar os limites do seu corpo. O acompanhamento de profissionais especialistas também é essencial.

Causas da fratura por estresse

Entre as principais causas da fratura por estresse estão:

  • tipo de superfície onde o esporte é praticado
  • o calçado utilizado
  • alterações biomecânicas dos membros inferiores
  • aumento abrupto da atividade física e treinamento em excesso (intensidade, distância e velocidade)

A fadiga muscular também pode desencadear fratura por estresse. Os ossos não são preparados para absorver grande quantidade de energia e essa função passa a ser realizada pelos músculos. Quando os músculos ficam cansados, os ossos acabam cumprindo esta função, desgastando sua estrutura.

O sintoma mais comum é o aumento da dor durante a prática esportiva, o que tende a melhorar com o repouso. Se isso não acontecer, é preciso procurar um profissional para uma avaliação.

Diagnóstico e tratamento

Para reconhecer uma fratura por estresse é preciso, primeiro, entender o que te levou a fazer a consulta e qual seu histórico. Além disso, será necessário realizar um exame físico de palpação e exames de imagem.

O tratamento dependerá de qual foi seu caso e, fora o ortopedista, pode ser necessário, ainda, a intervenção de um fisioterapeuta. De qualquer forma, o objetivo envolve a cicatrização óssea e a recuperação para que você retorne suas diversas atividades diárias e esportivas.

O repouso é outra etapa importante nesse processo. Geralmente é preciso ficar afastado das atividades de impacto até que a lesão seja totalmente curada.

O Cuidado ainda é a melhor solução

A prevenção ainda é a dica de ouro. A fratura por estresse pode facilmente ser evitada, basta não cometer exageros e antes de iniciar qualquer atividade física, procurar orientação médica e acompanhamento de um profissional adequado.

Lembre-se: exercícios físicos trazem inúmeros benefícios para sua saúde e devem, sim, ser praticados regularmente. Mas, intensificar os treinos ou cargas de modo imprudente pode ser prejudicial.

ortopedista

Notícias Recentes

Mitos e verdades sobre lesão no joelho

    De jovens atletas a adultos mais ...
Saiba mais

Atividades físicas após colocar prótese no joelho 

Uma dúvida comum em pacientes que colocam prótese n...
Saiba mais

Por que acontecem as lesões de joelho no esporte?

  Não importa se você é um atleta de elite...
Saiba mais